Primeira Pessoa

DCastro Propaganda

DCastro Propaganda
acesso ao blog

segunda-feira, 23 de março de 2009

CAPA - lado A





Dcastro
















PRIMEIRA
PESSOA
________________
lado A


























2009


NOTA





UM LIVRO DE “MEIOS”,
SEM INÍCIO E
SEM FIM.
























INDICE



Alegria........................................................................04
Ambição......................................................................06
Ansiedade...................................................................08
Carisma...................................................................... 10
Compaixão.................................................................. 12
Convicção................................................................... 14
Desejo........................................................................ 16
Disposição.................................................................. 18
Esperança................................................................... 20
Firmeza...................................................................... 22
Generosidade.............................................................. 24
Humildade................................................................... 26
Intensidade................................................................. 28
Objetividade................................................................ 30
Otimismo..................................................................... 32



















4



























ALEGRIA



























5
Um sublime estado de espírito.
A leveza interna faz com que flutue em si mesmo, muitas vezes sem uma causa ou motivo aparente. Um complô de circunstâncias agradáveis vem à tona, oxigenando corpo e espírito, alterando, mesmo que sutilmente, nossa fisiologia.
São esses momentos que nos reportam a todas as boas emoções passadas, fazendo com que, por um segundo, sintamos que sempre fomos assim ou nunca deixamos esse sentimento para trás.
A qualidade quase nunca está vinculada à quantidade. Se este fato é verídico, aproveite cada momento como se fosse único ou o último. Postergar bons momentos, adiar a espontaneidade, não apenas esboçar, mas exprimir a emoção faz com que tudo ao redor contagie-se e passe a fazer parte integrante, não só da emoção expressa, mas também de você mesmo.
A intensidade é tal que, mesmo deparando com pessoas ou situações adversas a esta emoção, uma barreira, um escudo invisível se faz presente, dificultando, ao máximo, seu contágio.
Use da inteligência e bom senso, mantendo a bordo, conscientemente, pelo maior período de tempo possível, um momento tão mágico, pois, mesmo sabendo que ele se vai e futura e certamente retorna nunca se sabe, ao certo, de quanto tempo estamos falando de sua ausência.
Se não bastasse, o ato de sorrir, ainda tonifica os músculos faciais, evitando o envelhecimento facial precoce e proporciona maior irrigação nos vasos sanguíneos da face, deixando uma pele corada e de aparência saudável.
Dito sobre o perfil favorável, não esqueça de que, nem todos os momentos do dia estão “dispostos” a compartilhar ou participar de tais sentimentos assim, a cautela e bom senso, novamente tem que prevalecer para que este êxtase não se transforme em algo despropositado ou piegas, causando, em extremos, inclusive situação embaraçosa e quem sabe, desagradável, fazendo com que este passageiro desça de seu expresso pessoal, antes daquela parada para qual embarcou, nessa viagem.
Não interfira no ponto de desembarque, mesmo que acredite que sua presença não foi completa ou que sua interferência não trará maiores conseqüências, pois estará, certamente, alterando de forma significativa, os resultados ou destino desse trem (você).
Certo de que nada é eterno, mesmo os bons e saudáveis sentimentos, não esqueça que a alegria é uma passageira que pega carona por várias vezes na vida e, entre essas viagens, outras situações se apresentam para que tenha a oportunidade de julgar, e mais ,discernir uma das outras e valorizá-las.
Aproveite cada momento!




6




























AMBIÇÃO


























7

Sabe onde está!
Sabe onde quer chegar!
Dois pontos importantes porém ,não decisivos para alcançar o objetivo almejado.
Um ardo caminho ,à ser trilhado,se apresenta a frente e inúmeras decisões deverão ser tomadas,nem sempre em direção ao objetivo pois,desvios tem de ser feitos,em determinadas situações,para que ,durante a trajetória,não se atropele aqueles que o cercam,seja profissional ou pessoalmente. Da mesma forma,surgirão oportunidades de atalhos,que colaborarão para manutenção de um ritmo constante e coerente,por ter respeitado e seguido esta pequena,porém indispensável regrinha ,“conquiste espaço sem desabrigar o próximo”.
Concessões serão feitas,pequenas batalhas perdidas,antes que a conquista final seja alcançada.
Com o correr das conquistas e aprendizados adquiridos pelo caminho,novos objetivos secundários podem e devem ser traçados,metas revistas e até mesmo a posição de sua linha de chegada,objetivo final,revisto e adequado a realidade daquele momento pessoal e social,para que possa ser desfrutado com integridade e plenitude.
Como tudo que se apresenta em excesso, rígido ou intransigente,nessa vida,acaba por sofrer ,invariavelmente ,mutação em seu resultado,fazendo com que aquele objetivo,inicialmente puro e positivo,tenha ,em seu cume,um desfecho desastroso e infeliz,o melhor a se fazer é manter-se sempre alerta aos acontecimentos e ao seu desenvolvimento pessoal ,para que opere,em tempo hábil,correções imprescindíveis no curso que o levará,de forma plena e segura ,ao seu destino.
É verdade que acidentes e erros ocorrem,mesmo que façamos o melhor para evitá-los. Porém,ficar alerta para que estes não passem a ser corriqueiros,sinal que as ações já não estão sendo coerentes,como deveriam,sinal claro de que o objetivo final começa a enrijecer,privando-o de sua visão periférica dos acontecimentos e criando uma hipermetropia de consciência que pode,se não tratada de imediato,fazer com que passe a enxergar apenas seu objetivo de conquista,que se tornará duro,frio e rançoso ,quando finalmente alcança-lo.
Quão importante e prazeroso seria se ,no decorrer do caminho,com seus desvios, atalhos e obstáculos,fossemos ,quase que inconscientemente ,alargando a trilha,trazendo a nosso lado amizades e companheiros conquistados pelo caminho,fazendo com que o objetivo, passe a ser nosso objetivo. Esta é,na verdade,a real conquista. Ganhamos nós,ganham os que nos cercam,ganha a coletividade como um todo,enfim,ganha a humanidade.
Humanidade,palavra que nos define,para muitos,apenas como seres. Porém, poderia ser melhor definida como seres conscientes de sua individualidade,presentes para sociedade,agentes em prol da coletividade.
O egoísmo ainda se faz presente em todos,porém,em especial nesse tema,ele se mostra mais agente que nunca. Um inimigo implacável que deve ser vigiado e combatido incessantemente.

Uma qualidade admirável, quando utilizada com equilíbrio e prudência.






8






















ANSIEDADE





























9

Tudo tende a girar em torno de um só foco, o centro, o olho do ciclone.
Tem-se a impressão de que nada anda ou progride independentemente.
Não permita que essa ânsia frenética por um desfecho imediato e favorável aos seus anseios se transforme no carrasco que te leva a antecipar o ritmo normal do caminhar dos fatos e, com pressa, acabe por transformar um objetivo claro e favorável em uma conseqüência intrusa e negativa.
È como uma alucinação, delirante, onde as fantasias se fundem a realidade projetada, formando uma espécie de realidade paralela que, se permitir que fuja ao controle, implementara o caos na linha de acontecimentos e tornara difícil, se não impossível, fazer com que todas as partes envolvidas a compreendam e aceitem como real ou viável.
Particularmente, isola e exclui seu lado racional de enxergar ou vislumbrar novos pontos de vista que venham a serem expostos, mesmo que, tais opiniões ou pontos de vista tenham, em foco, alcançar o mesmo objetivo final almejado.
Ciente de que dedicou todo seu conhecimento e potencial, para obtenção do melhor dos resultados possíveis, procure buscar a paz, a calmaria em seu oceano interno, a fim de desligar-se das projeções. Dedicando um tempo a distrações corriqueiras e, até certo ponto supérfluas, como um hobby, outra atividade, ou o que você esta fazendo nesse exato momento, desde que sem stress.
Caminhos são trilhados e retrilhados sem que se enxergue saídas ou soluções, sob a bandeira da ansiedade. Porque fazer uma viagem tortuosa, desgastante e extremamente demorada num trem, correndo sobre linhas rígidas,quando se pode voar,sobrepondo montanhas, tendo uma visão panorâmica e ,por vezes,antecipada do objetivo e,quem sabe até, num tempo infinitamente mais curto,caso o tempo esteja aberto e favorável.
Não há formulas mágicas. Fazer essa busca interna, tomando toda e qualquer direção, que não aquela envolvida nos fatos é, sem dúvida alguma, a melhor direção para que não se tenha que lamentar corrigir diretriz ou atitudes que porventura seriam tomadas em meio ao caos interno ocasionado pela ansiedade.
As conquistas virão de um jeito ou de outro. Cabe a você decidir se do jeito mais fácil ou do mais difícil. Se agora ou para o futuro.
Atenção e cuidado. Nada mais, além disso, é, realmente, necessário.
Dias difíceis todos têm o tempo todo, pois, temos a tendência de julgar nossos dias como ruins, apenas por termos passado alguns minutos, na realidade, dos mesmos com alguma dificuldade em algum grau, esquecendo por completo que, a grande e maior parte das horas não foram tão ruins assim. E digo mais, o verso da moeda não é, necessariamente, verdadeiro.
Não fique tão preso a esta expectativa, procure desviar a atenção, senão ela te paralisa.
Exercite a paciência!

10

























CARISMA

























11

Certamente uma das qualidades humanas ,quando sincera e honesta, que não se conquista ou aprende, mas nasce com aqueles que a possuem.
Manifesta-se com maior ou menor intensidade, em situações das mais inusitadas possíveis porém, na grande maioria das ocasiões trás , invariavelmente ,condições favoráveis à aqueles que a possuem e tem discernimento para se beneficiar disso.
A agradável sensação de conquistar o ambiente e as pessoas presentes, sem esforço ou estratégia alguma, sem dúvida faz, desta qualidade, uma das mais contagiantes e prazerosas.
A conquista de seus objetivos, sem mesmo exprimir uma única opinião ou argumento, se confirma no momento em que se chega num ambiente e passa a dominar,positivamente, através do olhar , expressões gestuais e ,por que não, a canalização das energias positivas presentes.
Se utilizar ,indevidamente ou descontroladamente, este “poder”, em seu dia a dia, fará, como diz o ditado ,com que o feitiço vire contra o feiticeiro, tornando-se uma pessoa arrogante,egocêntrica e indesejável.
Canalizar e distribuir as energias positivas do ambiente ,se faz necessário para que haja harmonia e produtividade.
Consciência e equilíbrio, são imprescindíveis para o convívio saudável e produtivo, com esta característica pessoal.
Credibilidade é a palavra chave para conquistar o equilíbrio necessário. Para tanto, a sinceridade intima e consciente é necessária e ,porque não dizer, imprescindível, evitando que se crie falsas imagens e espectativas.
Nessa “competição”, nunca se deve subir, espontaneamente, no mais alto degrau do pódio. E se colocado lá, exercite e demostre humildade levando, todos ao seu redor, para o mesmo nível.
O simples fato de sentir-se superior ou dominador, no ambiente, trará, certamente, prejuízos, criando impa tias e desorientando, desviando a todos do foco principal e objetivos desejados.
A competência, prudência e decência devem permear ,contínua e intensamente ,todos os momentos ,bons e ruins, da vida, deixando para um plano menos prioritário outras características ou vantagens que possas interferir ou beneficiar uns poucos em detrimento de muitos.
Se utilizar ,indevidamente ou descontroladamente, este “poder”, em seu dia a dia, fará, como diz o ditado ,com que o feitiço vire contra o feiticeiro, tornando-se uma pessoa arrogante,egocêntrica e indesejável.
Este “poder” contagiante, pode se tornar um pesadelo existencial.







12























COMPAIXÃO
























13

Qualidade que nos diferencia dos animais irracionais. Qualidade que nos torna humanos.
Habilidade de nos colocar no lugar do próximo, que nos estimula a agir, a patrocinar resultados ou desfechos favoráveis, condizentes com aqueles esperados caso estivéssemos vivendo a situação em lugar deste.
Imagine o quão perfeito seria o mundo se esta fosse uma atitude freqüente , corriqueira ,e porque não, instintiva e incontrolavelmente ativa em todos nós “humanos”.
Gratificante sim, quando o autruísmo se faz presente e a sinceridade intima brota.
O sentimento de satisfação e conquista passa a nos invadir, transferindo ou dividindo os benefícios e apoio recebido por aqueles a que servimos, tornando-nos iglalmente contemplados intima e, até mesmo, físicamente.
Não se apresenta, verdadeiramente, como uma constante, na vida da esmagadora maioria de nós mas, no exato momento que nos toma, põe abaixo nossas defesas instintivas e adquiridas e ergue-se, com o brilho e clareza ofuscante de um espelho, refletindo a alma, unindo todos os envolvidos em um só. Decepções e conquistas, sonhos e realidades, dores e alegrias, tudo passa a fazer parte de um só “EU” coletivo, maravilhoso quando equilibrado e saudável.
Quando tomado pela vaidade, o que não raro, torna-se pretensioso, faldo e inevitavelmente egoísta e outoritário. A verdade está noauto-conhecimento e equilíbrio moral, intelectual e espiritual, sem ipocrisias e interesses, senão aquele de doar-se inteiramente ao momento, com o mais elevado grau de desprendimento.
Verdade seja dita, descredenciaremos a, literalmente, todos aqueles que se auto-intitulam seres com intensa e desprendida compaixão pois, o simples fato de se auto qualificarem, os desqualificam.
O mergulho profundo e inconsequente, munido unicamente deste sentimento (compaixão), no vasto oceano de intensa e conturbada convivência humana, nos tempos atuais, pode e trará contra indicações para todas as partes envolvidas. Desagradáveis, principalmente por expor de forma grosseira e em momento de despreparo, as mais duras e obscuras verdades, de sí mesmo, outrora sepultadas no subconciênte.
LEIA SUA BULA. Não a use aleatória e indiscriminadamente.











14























COVICÇÃO
























15



















































16





















DESEJO

























17

Sentimento de necessidade extrema, sem limites ou racionalidade, apenas uma vontade irresistível, de posse, sobre um bem material , pessoa ou ato.
Definições aparte, o sentimento,almejado, de prazer,a expectativa de alcançar o clímax, anestesia toda e qualquer reação ou pensamento que não envolva, naquele momento específico, aquilo que se tornou o primeiro,o mais precioso e necessário item na lista de suas ”razões de viver”.
Satisfazer essas vontades, vez ou outra, não só nos faz sentir melhor ,como colabora no fortalecimento de nossa auto estima ,confiança e,não menos importante, massageia nosso ego.
A realização dos desejos, nos traz um sentimento de poder e bem estar que, mesmo passageiro ,em seu ápice de intensidade ,deixa marcado um traço desses sentimentos que, em condições equilibradas, nos manterão ,até certo ponto, desprendidos e satisfeitos para prosseguirmos com nossa vida, até, evidentemente, a próxima síndrome de abstinência.
Numa sociedade capitalista e consumidora, satisfazer-se apenas com nossas necessidades básicas ,nos fazem sentir como sobreviventes. Para nos considerarmos,ao menos, “viventes”,é necessário,no mínimo, uma pequena dose de “algo mais” e,não raro, este “algo mais” se traduz em “o algo mais supérfluo e desnecessário possível”.
Benéfico,ao nosso bem estar, no sentido de posiciona-los com objetivos. Utiliza-los como um de nossos extremos, no intuito de buscarmos o equilíbrio ideal ,que nos mantenha, pelo maior tempo possível, nessa faixa de estabilidade durante nossa estada,diga-se de passagem,curta, nessa etapa de aprendizagem e desenvolvimento que chamamos de “vida”.
Uma boa forma de administra-lo, talvez seja não reagir por impulso à sua manifestação. Esperar para que reflita ,pondere e amadureça quanto a real necessidade do que quer que esteja desejando. Se altruistamente,e positivamente utilizado, não acredito que haja contra indicações de qualquer espécie porém, seja sempre sincero consigo mesmo para que não cometa o erro de enxergar altruísmo onde, na verdade, se esconde, em segundo plano ou por baixo dele, interesses pessoais e egoístas.
A intensidade e força deste sentimento, se não for adequadamente canalizada pode, ao invés de causar um efeito benéfico, se tornar doentia, arrastando consigo uma série de outros desequilíbrios que, somados ,tem efeitos imprevisíveis e até mesmo auto-destrutíveis.









18























DISPOSIÇÃO
























19



















































20























ESPERANÇA
























21



















































22























FIRMEZA























23



















































24























GENEROSIDADE
























25



















































26























HUMILDADE
























27



















































28























INTENSIDADE
























29



















































30























OBJETIVIDADE











31



















































32























OTIMISMO
























33


















































DIREITOS AUTORAIS ADQUIRIDOS

Seguidores

Total de visualizações de página

Follow by Email

Quem sou eu

Minha foto
CRIAÇÃO / LAY-OUT / ARTE / logotipos / logomarcas / programação visual / MARKETING PROMOCIONAL / CAMPANHAS